Irmã Zizi

Elzira de Barros Soares nasceu em Guidoval/MG no dia 1º de julho de 1913. Era a 6ª filha do casal Tobias Franco de Barros e Clotildes de Almeida Barros. Elzira, juntamente com seus irmãos, foi criada em Ponte Nova.

Aos 17 anos, forma-se na faculdade de Farmácia em Ubá. A família, então, muda-se para BH, onde Zizi atuou no Serviço Público por quase 40 anos. Foi chefe do Serviço de Febre Amarela, e depois Serviço de Enfermias Renais.

Zizi e a irmã, Ló, construíram suas casas uma ao lado da outra desde que se mudaram para a capital mineira, à rua Paraisópolis, nº 646, em Santa Tereza. Sempre de família espírita, as irmãs deram continuidade às atividades doutrinárias em BH com a criação do Grupo Monsenhor Horta.

Casou-se em 9 de setembro de 1944 com Levy Guerra e tiveram uma filha do coração: Elvi Maria das Graças Guerra, grande tarefeira do GFIL.

Zizi foi diretora da Casa Espírita André Luiz (Ceal), no bairro Santa Efigênia, para o qual sempre realizava bazares para arrecadar fundos ao abrigo de meninas órfãs. Tarefeira ativa do Centro Espírita Oriente, ela dirigiu reuniões, realizou palestras, visitou enfermos, além de ministrar cursos de trabalhos manuais para mulheres de baixa renda. Era médium de psicografia, trabalhando no receituário.

Irmã Zizi desencarnou em 12 de junho de 1982, aos 68 anos, em Belo Horizonte. Atualmente, ela atua como mentora nas reuniões de Desobsessão e de Educação Mediúnica, do Grupo da Fraternidade Irmã Ló.

A livraria da Casa recebeu, merecidamente, seu nome; homenagem muito justa para quem deixou um legado de amor, paz e fraternidade. 

© 2020 GFIL